Páginas

Subscribe:

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Por um momento parei de ser,

quem eu queria que eu fosse, comecei a ser quem eu realmente sou, percebi que não se deve parar pra levar discussões à sério. É perda de tempo, quando alguém me contesta, não disperta mais minha raiva, simplesmente aprendi que críticas só servem para esvaziar a mente; por isso prefiro dispensá-las, prefiro gastar meu tempo com coisas boas, falando palavras sinceras, espalhando bom humor e energias positivas por aí. Enxergar a vida de um jeito bem mais doce é muito mais emocionante. Atrás de cada pensamento ruim se esconde o desejo de ser feliz, felicidade a gente conquista através do que somos e do que fazemos, não tente ser o que você não é, não se iluda com uma vida cheia de promessas tentadoras. Depois de MUITO, eu aprendi isso. E agora sim, posso dizer que sou feliz.

1 comentários:

Kassy disse...

Bem, pelo que vejo você escreve muito bem.

Ps: Ser quem realmente somos é uma descoberta longa, mas que em um certo momento ela é encontrada. Então, percebemos o quão melhores podemos ser e quanto pequenos somos. E quanto à "vida" não precisamos saber o que ela quer de nós, mas saber vivê-la, porque as nossas dúvidas são sanadas com o tempo.

Mais uma vez quero lhe dizer que se continuar escrevendo, logo será uma ótima escritora. É bom quando nos entregamos e acreditamos naquilo que transmitimos a cada linha. Parabéns!!